Que mãe sou eu?

Me chamo Simone e tenho 31 anos. Me encontrei quando me tornei mãe!  Apaixonada por meus dois filhos, agora com 1 e 3 anos, descobri na maternidade a minha satisfação plena. Formada em Turismo e empresária atuante na indústria de alimentos, me pareceu injusto passar tanto tempo longe deles. Agora dedicada totalmente ao mundo materno, quero compartilhar conhecimento, experiências e reflexões sobre os dilemas vividos nessa jornada. Espero poder ajudar outras mamães a viverem a maternidade consciente e aproveitando o melhor da vida com seus filhos!

Vem comigo nessa linda jornada!

Quer saber como tudo começou?

http://quemaesoueublog.com.br/gravidez-o-que-esperar/

http://quemaesoueublog.com.br/que-mae-sou-eu/

Nasce uma mãe

A melhor mãe que posso ser…

Tem muito mais no blog! Espero que gostem!

Beijos!

 

 

(mais…)

Dicas para fotografar os filhos em casa!

Qual mamãe não tem o celular cheio de fotos dos filhos? A fotografia é uma linda recordação, mas nem sempre sai como esperamos. Na hora de fotografar é comum tirar fotos borradas, com fundo feio ou poluido, com sombras ou elementos indesejáveis, que entregam de cara as fotos caseiras. Aqui em casa acontece o mesmo!

Quem não quer guardar algumas fotos especiais dos filhos conforme vão crescendo?  Para isso, contratar um fotógrafo é uma boa opção. Entretanto, nem sempre cabe no orçamento! Mas não desanime! Podemos fazer fotos legais em casa mesmo,  basta um pouco de atenção e dedicação! Confira aqui as dicas pra arrasar nas fotos e mãos à obra!

Dicas para fotografar em casa!

A primeira dica importante é escolher o local das fotos! A iluminação natural é sempre a melhor opção, portanto observe o horário e o local mais iluminado para fazer uma sessão de fotos. Fotografar em frente a uma janela é uma ótima opção. Depois de escolher o local, vamos montar o cenário!

Caprichando no cenário!

Quando se fotografa crianças ou bebês é bem fácil criar um cenário legal. Se for um quarto utilize a cama ou poltrona, movendo de forma a aproveitar a luz natural.

Também valem fotos no chão mesmo usando algum complemento para trazer aconchego para as fotos. Podem ser tapetes felpudos, tapetes coloridos, cobertores ou mantas. Escolha o que você tiver de mais bonito e combine com o tema para fazer de fundo.

Outra dica é fotografar de cima pra baixo, desta forma o tapete se torna o fundo, funciona muito bem com bebês! Teste as opções e conseguirá bons resultados!

Limpe os excessos do cenário!

Observe as paredes e tudo que vai aparecer na foto e limpe todos objetos que possam distrair ou atrapalhar o foco da foto. Quanto mais limpo o ambiente melhor. Você pode escolher brinquedos ou enfeites específicos para fazer parte das fotos e ainda distrair a criança para tirar as fotos.

Se a parede do fundo não está legal, coloque um espelho, quadro ou um puff, tentando sutilmente esconder a parede. Edredons ou cortinas também ajudam a criar um cenário legal. Podemos inclusive usar um tecido liso, como lençóis brancos, presos na parede.

Cores vibrantes ficam lindas nas fotos!

Sabe aqueles brinquedos ou bichinhos de pelúcia com cores bem vivas e coloridas? Usando com o fundo mais neutro criam um efeito incrível, trazendo vivacidade e alegria para as fotos!

Escolha uma roupa que combine com o ambiente, se será descontraído selecione uma roupa despojada e colorida. Se for fazer fotos tipo princesa, lembre de escolher a roupa de acordo com o cenário, por exemplo, usando cores mais sutis e elementos charmosos.

Fotos no jardim ou parques!

Fotos ao ar livre costumam ficar lindas! Além da luz natural você pode encontrar facilmente um lugar bonito para fotografar. Apure o olhar e encontre o melhor local, um gramado, ao pé de uma árvore, um banco, brinquedos de pracinha, na beira mar, enfim.. opções não faltam, solte a imaginação!

Lembre-se de levar alguns objetos para o cenário, isso ajuda muito a compôr as fotos. Toalhas de picnic, cestas e frutas fazem um cenário muito bacana! As crianças adoram e ficam bem entretidas para as fotos.

Ajustando o resolução e tamanho das imagens!

Se você tem uma boa câmera, mesmo sendo no celular, não esqueça de ajustar e aumentar ao máximo a resolução da imagem. Além de poder imprimir em tamanhos maiores, podemos ajustar o enquadramento, usar zoom ou recortar e ainda manter a nitidez e qualidade das fotos.

Outra dica é aprender a usar as configurações da sua câmera.  A maioria das câmeras trazem opções prontas para tirar boas fotos. Faça testes previamente com um objeto simples no local pretendido e com a iluminação que usará para as fotos e anote os efeitos obtidos.

Peça ajuda de alguém e teste também o efeito com a pessoa em movimento, balançando a mão, por exemplo. Algumas máquinas tem opções de congelar a imagem em movimento. Esta é uma boa opção quando fotografamos crianças, que não param quietas para foto.

Além disto, o desfoque do fundo também cria um efeito bem bonito. Se tiver esta opção, aproveite!

Vamos fotografar?!

E ai? Gostou das dicas? Agora é só começar a planejar as fotos! Chame o papai, vovó ou amiga para ajudar nos preparativos e na hora das fotos! Sozinha fica mais complicado! Tire muitas fotos e de vários ângulos! Teste a luz para ver se está ficando bom e capriche nos cliques! Se a gente já fica babando nas fotos borradas, imagine nestas, vale pendurar por toda casa!

Depois de tirarem as fotos, mandem aqui para o blog! Vou adorar publicar para inspirar outras mamães!

Gostou? Compartilhe!

Leia mais em:

Decoração de festa infantil – Que mãe sou eu? Blog

Hora das refeições de um jeito diferente!

Empreender na maternidade! Dicas e idéias para ter sua própria renda!

festas, empreender, homem aranha,

Precisando de uma renda extra ou mesmo iniciar um nova profissão? Já passei exatamente por isso! Então resolvi compartilhar aqui no blog sugestões para ajudar quem ainda está procurando o que fazer ou como fazer. Para quem gosta de cozinhar e ainda não conferiu esse artigo, clica aqui e dá uma olhada nas sugestões  -> Empreender na maternidade! Mas, se a cozinha não é seu forte, não se preocupe! Separei aqui outras idéias legais para você empreender e conciliar os cuidados com a família e ter sua própria renda!

Um curso ajuda muito a você oferecer um produto profissional!

Quando eu comecei a tentar fazer bolos e cupcakes decorados, peguei receitas e vídeos gratuitos na internet. O resultado foi muito amador! Isso sem falar em alguns desastres no caminho. Até que resolvi comprar alguns cursos online de confeitaria, cupcakes e brigadeiros gourmet! Foi a melhor coisa que fiz! Estudava em casa, tinha receitas testadas e aprovadas, material disponível sempre para consultas, podia ver e rever as aulas e tirar dúvidas por email. Enfim, deste modo consegui me profissionalizar no ramo! Quem quiser dar uma olhada, minha página profissional é essa aqui https://www.facebook.com/bolosbysi!

Por isso, resolvi escrever sobre isso e sugerir alguns cursos para ajudar as mamães que queiram empreender e ter sua própria renda. Os cursos são todos seguros e com conteúdo de qualidade! Vamos as sugestões?

Empreendendo em Festas Infantil

Empreender em artigos e serviços voltado para crianças torna a tarefa de divulgar e conseguir clientes mais fácil, pois provavelmente, sua vida gira em torno de creche, escola e pracinhas. Estar perto do seu público, alvo ajuda muito nesse momento inicial do negócio.

A decoração de festa infantil é um segmento muito legal, mas requer um pouco mais de estudo e investimento. Portanto, se você tem dons artísticos mas não tem dinheiro para começar um negócio de decoração, te sugiro começar oferecendo um serviço menor, como só a decoração com balões, artigos para lembrancinhas, peças de decoração ou papelaria personalizada.

Muitos destes serviços costumam ser terceirizados por quem organiza e decora festas, portanto você pode atender tanto o cliente final como as próprias decoradoras profissionais.

 Decoração com balões:

Se você tem interesse em fazer decoração de festas com balões, vou te sugerir este curso! Nele você aprende a fazer escultas e painéis temáticos, abrindo uma infinidade de opções para você encantar seus clientes. Eu mesma já assisti a um curso destes e fiquei encantada! Se este é o seu estilo de decoração, é uma ótima chance de empreender! Clique no link e confira: Arquitetura com balões!

Papelaria Personalizada:

Os detalhes de papelaria personalizada usadas nas festas fazem toda a diferença! Nada como ter um toque pessoal integrando o tema ao aniversariante! Quadros, convites, enfeites, tudo fica mais charmoso com a personalização! Eu adoro a sempre contrato serviços de papelaria personalizada nas festas dos meus filhos! Vale  muito a pena e é um ótimo segmento para empreender. Claro que para isso, você precisa de um computador e impressora. Além de um curso onde possa aprender as técnicas e tendências usadas neste ramo. Dá uma olhada nesse curso aqui: Workshop Papelaria Personalizada.

Lembrancinhas: Saboaria Artesanal

Adoro aqueles sabonetinhos lindos como opção para lembrancinha! No aniversário de 1° ano da minha filha o tema foi joaninha e é claro que as lembrancinhas foram lindas joaninhas em sabonete! Ficou muito delicado e bonito! É claro que você pode vender seus sabonetes para qualquer pessoa, usando temas de datas comemorativas, presente de aniversário ou onde mais achar oportunidade para seus produtos. Use a criatividade e inove para obter mais vendas!  O curso você acessa pelo link aqui: Saboaria Artesanal.

Artesanato também é uma ótima opção!

Se você gosta de artesanato aí está uma boa opção para empreender! Eu separei alguns cursos bem interessantes para você dar uma olhada! As opções são variadas e você pode fazer coisas lindas!

Luminárias em PVC: eu simplesmente amei este curso! As luminárias são lindas! Se você gostou da ideia, é hora de colocar em prática! Clica aqui e saiba mais sobre o curso! Curso Luminárias em PVC.

Decoração de Caixas e materiais em MDF: esse curso visa ensinar técnicas super legais para transformar qualquer objeto de mdf em um lindo artigo decorativo. Podem ser porta-retratos, abajures, quadros, caixas decoradas, bandejas ou o que mais a sua imaginação desejar! Minha mãe trabalha com artesanato e faz caixas lindas, eu adoro e tenho várias aqui em casa! Acesse o curso por aqui: Decoração de Caixas em MDF

Técnicas Artesanais: para que gosta de artesanato e quer um curso mais completo, sugiro que dê uma olhada neste curso aqui: Técnicas Artesanais. Com esse curso você aprende a trabalhar com diversos materiais e técnicas sofisticadas e profissionais para fazer artigos de decoração ou utilitários. Se você já faz artesanato, este curso pode te ajudar a incrementar seus produtos e ampliar suas vendas!

Curso de pátina: Vocês conhecem a pátina? É uma técnica muito usada na restauração de móveis ou  para embelezar peças de madeira. O efeito é muito bonito e você pode dar uma cara nova para sua casa ou dos seus clientes. Pode ainda comprar peças antigas e dar aquela caprichada para revender. É um trabalho muito bonito! Clica aqui e saiba mais: Manual Pátina e Cia.

Um ramo diferente: Ecobolsas!

Sim, você pode fabricar bolsas na sua própria casa! Além de serem bolsas super bacanas, esse curso utiliza material sustentável. Se você adora uma bolsa, aproveita para conferir! São lindas e muito práticas! Esse curso é super completo e ensina inclusive a vender na internet seus produtos, com loja online e tudo mais! Saiba mais informações por aqui: Faça e venda Ecobolsas!

Gostaram? Espero que tenha ajudado! Depois não esqueça de caprichar na divulgação! Em breve pretendo fazer um post falando mais sobre isso, com dicas para te ajudar a ganhar clientes de forma mais rápida! Boa sorte!

 

Leia mais em:

Empreender na maternidade: doces

Dilema, ficar em casa ou voltar ao trabalho?

Resfriados e nariz entupido? Saiba amenizar estes sintomas!

 

 

 

 

 

Desromantizar a maternidade! Afinal, o que é isso?

desromantizar a maternidade

Muito se fala em desromantizar a maternidade, você também já deve ter ouvido, mas você sabe o que quer dizer? Quer dizer que aquela mãe da novela, da propaganda de margarina, linda e bela com seus filhos educados e prestativos, simplesmente não existe! Isso quer dizer que milhares de mães após o parto, sofrem uma enorme decepção com a rotina de cuidados do bebê, com o cansaço, as responsabilidades, com as limitações e as exigências. Isso, em muitos casos leva a depressão pós-parto, uma doença séria que precisa de cuidados médicos.

Quem disse que seria fácil?

O que a mídia expõe diariamente em doses homeopáticas vai construindo uma imagem falsa do que é a maternidade, uma idéia “romântica”. Sabe aquele príncipe encantado dos contos infantis? Pois é, eu nunca vi nenhum por aí. A mesma coisa está acontecendo com a imagem da maternidade. Inclusive, muitas mães se sentem induzidas a ter filhos, para se sentirem de “bem” com a sociedade, entrando despreparadas nessa jornada. Ser mãe é incrível, mas como tudo na vida, exige esforço, dedicação e superação. É repleta de momentos nada românticos e certamente, não é fácil!

É imprescindível estar aberta à AMAR! Isso pode parecer bobagem, mas um imenso número de pessoas não está aberta para o amor. Muitos estão cercado por barreiras emocionais baseadas em experiências (ruins) passadas. Outras, ainda buscam na maternidade aquele amor que não ganharam, como forma de se compensar. Se você percebe dificuldades de lidar com seus sentimentos, uma terapia pode te ajudar bastante. O amor entre mãe e filho nasce e se constrói ao longo do caminho, mas precisamos estar de coração aberto a essa jornada, sem muros ou medos.

Ser mãe é se dedicar a criar outro ser humano, que precisa de você o tempo todo e para tudo! O detalhe maior é que ele não vai te retribuir daquele modo grato e romântico que você espera. Eu tenho uma visão sobre a maternidade, que talvez muitos discordem, que é a seguinte: “Se você costuma esperar gratidão e reconhecimento sobre seus esforços para se sentir feliz, a maternidade será frustante”. “A beleza da maternidade é descobrir a capacidade de amar sem esperar nada em troca”. O simples fato de você estar fazendo a sua parte e dando seu amor te fará feliz, te motivará a lidar com todos as dificuldades e mesmo assim, se sentir realizada como mulher e mãe.

Maternidade não combina nada com pessoas egoístas!

Eu posso parecer meio rude com esta frase, mas eu só pretendo convidar a uma reflexão. A maternidade influencia diretamente na vida profissional e social das mulheres, inclusive no casamento ou relações amorosas! Tudo vai mudar com a maternidade! Se você se preocupa muito com seus objetivos profissionais, estudos ou status social, talvez não seja o melhor momento para ter filhos. Em uma sociedade onde a maternidade é compulsória, só posso recomendar que você use sempre métodos contraceptivos, de preferência dois! Se mesmo assim, uma gravidez inesperada acontecer, você deve estar ciente das mudanças que vão surgir. É fundamental se preparar psicologicamente para conseguir lidar com o período pós-parto e com a chegada desta criança, buscando se adaptar a nova situação e aceitação do que está por vir.

Ser mãe é um aprendizado! Não se cobre pelas experiências alheias!

Ser mãe é aprender uma nova função e isso requer prática e paciência. A paciência não é só com o filho, mas consigo mesma. O pós-parto carrega uma enorme oscilação hormonal, além da chegada do bebê.  As cobranças exageradas impostas pela sociedade só atrapalham essa adaptação e devemos saber bloquear isso dos nossos pensamentos. A  maioria das pessoas julga e critica as outras na esperança de se sentirem melhores ou superiores. Na verdade, quem critica está na mesma furada que você, que se abala com isso. Acabamos acreditando nos modelos que nos venderam como padrão e lutando para nos enquadrar, mesmo estando tão distante da nossa realidade (assim está para todo mundo).

O ser humano não é perfeito!

Não existe mãe perfeita, nem filho perfeito, nem marido perfeito, nem nada perfeito! Nós devemos cuidar dos nossos filhos segundo nossas crenças e orientações dos profissionais da saúde. Vamos levar o tempo que for preciso para aprender as coisas! Se um bebê demora a aprender a andar, falar, tudo bem. Mas, se uma mãe demora a amamentar, demora a se adaptar, deveria ser um problema? Ambos estão aprendendo e o importante é se esforçar e manter a calma. As críticas e julgamentos não podem invadir nosso sossego!

Os filhos vão ser cada um de um jeito, único e especial. Alguns chorões, teimosos, alegres, risonhos, tranquilos, agitados, amorosos, agressivos, ou melhor, uma combinação de vários destes aspectos em constante variação. Eles estão começando a criar sua personalidade e descobrindo as emoções e tudo mais. Não exija do seu filho que se comporte como um adulto. Eles demoram um mês para aprender a sorrir, um ano para aprender a andar, mais de 2 anos para aprender a falar.  Quanto tempo será que demoram para aprender a escutar? Para lidar com a frustração? A discernir o certo e o errado? Eu não me atrevo a responder, pois conheço muitas pessoas adultas que ainda não sabem lidar com essas questões. Eu, como mãe, irei repetir e ensinar quantas vezes for preciso, por toda infância e adolescência o que precisa ser ensinado. Quanto tempo vai levar? Isso vai depender de cada criança, mas a minha função é persistir e repeitar o tempo que eles precisam para aprender.

As mães precisam de apoio e atenção dos familiares e amigos!

Outro ponto muito importante na maternidade é ter apoio da família! Isso é fundamental, já que muitas vezes a maternidade leva embora muitos amigos. Uma mãe solo e sem apoio familiar realmente enfrenta uma situação dificílima. Estar cercada de amor dos nossos familiares traz uma sensação de segurança que faz toda diferença. Ter onde deixar os filhos para dar uma volta tranquila e se divertir um pouco é essencial para tirar as mães da solidão pós-parto. Quando você pode fazer isso? Quando for preciso espairecer! Isso depende de cada mãe e não existe regra! Se você tem vontade de ir dar um passeio sozinha, não tem nada de errado nisso, vá!

Estar disponível para as outras mães também nos faz um bem enorme, por isso os grupos de facebook crescem tanto! Mas bem que você poderia encontrar outras mães perto de você, não?  Mas daí, a vizinha vai saber que é uma mãe melhor que eu! Se você pensou isso, provavelmente está sofrendo com as idealizações que te venderam e tem muito a desconstruir na sua cabecinha. Mas te garanto, se libertar das fantasias e frustrações, te permitirá encontrar a verdadeira alegria e satisfação que existe na maternidade!

Gostou? Compartilhe!

Leia mais em:

Como fica o casamento após a chegada dos filhos?

Empatia, quando você for mãe vai me entender..

Pais ativos! O papai participa nos cuidados com o filho?