Desfralde, o que você precisa saber.

O desfralde geralmente é um momento bem esperado. Qual mãe não deseja se livrar das fraldas e das terríveis assaduras? Entretanto, eu não fazia idéia de como proceder quando resolvi tentar. Muitas dúvidas surgiram! Vou compartilhar o que fiz e o que descobri sobre o desfralde.

Entre 1 e 3 anos as crianças vão adquirindo o controle para poder segurar o xixi e o cocô. Mas isso é um periodo longo, como vou saber quando meu filho está pronto?Neste artigo reuni informações importantes para identificar o momento certo e técnicas para ajudar as mamães a terem sucesso nessa tarefa. Vamos lá?

Quando a criança está preparada para o desfralde? 

Segundo a Dra Janet Hall, no livro “Aprendendo a usar o banheiro” estes sinais indicam que a criança está apta a iniciar o treinamento para o vaso ou penico:

  • Mostra desconforto com a fralda suja ou molhada;
  • Avisa que está com a fralda suja ou molhada;
  • Pedir para ir ao banheiro;
  • Ficar seco por, pelo menos duas horas a cada vez durante o dia ou estiver seco após a soneca diurna;
  • Apresentar intestino regular.

Se você achar que seu filho já demonstra estes sinais e você estiver disposta a iniciar o treinamento, utilize as dicas a seguir!

Demonstrações e incentivos!

Incentivar a criança a estar limpa e sequinha é essencial. Mostrar o quanto ela está crescendo e aprendendo, estimular a independência, são atitudes que ajudam a crianca se engajar nesse momento. Buscar ter uma atitude positiva e comemorar a cada conquista deles é o que faz eles se dedicarem a nova tarefa de usar o penico.

Além de levá-los ao banheiro quando vamos para mostrar, podemos usar outras técnicas para ajudar nosso filhos. Use o que achar mais interessante ou todas se for preciso.

  • Compre um penico que seu filho goste! Meu filho mais velho nunca fazia nada no penico que comprei. Um dia viu numa loja um penico com musiquinha e se agarrou nele. Quando cheguei em casa correu e fez o primeiro xixi. Ele tinha 1 ano e 10meses e não demorou uma semana para abandonar as fraldas depois disso.
  • Crie um ambiente legal. Podemos usar um quadro de recompensas na parede atrás do penico para ir colando os adesivos a cada uso correto.
  • Compre livrinhos sobre usar o penico, ou use um brinquedo para usar de exemplo para usar o penico. Faça várias demonstrações com o brinquedo.
  • Compre cuecas ou calcinhas com personagens que eles gostem. Explique que para usar tem que segurar o xixi e cocô. Incentivem eles a quererem estar limpos e sem fraldas.

É o momento ideal para a família?

Além  de todos estes estímulos, precisamos ter paciência para ajudá-los nesse momento. As mamães devem se perguntar se estão preparadas para esse momento também. Os pais e familiares também precisam participar de forma coerente, conversem bem antes de iniciar o treinamento.

O ideal é identicar que a criança está apta e que ela está numa fase mais calma, ou seja, menos rebelde. Também é importante que não esteja prestes a ocorrer grandes mudanças na vida da criança. O clima ideal é o verão.

Quando meu filho fez dois xixis seguidos no penico eu tirei as fraldas de vez. Foi instrução da psicóloga da escolinha. Ela disse que o tirar e botar a fralda confunde a criança e atrasa o treinamento. Fiz assim e realmente, após uma semana e alguns poucos acidentes meu filho estava desfraldado!

Como lidar com os acidentes? 

No livro “Aprendendo a usar o penico”, a Dra Janet Hall explica que em caso de acidentes devemos expressar desaprovação moderada e estimular a troca da cueca e fazer a limpeza. Ela sugere evitar contato visual e interação neste momento, para a criança não receber uma atenção positiva ao acidente.

Eu realmente não me lembro o que fiz quando meu filho acidentalmente fez xixi na calça. Lembro que ocorreu alguns acidentes na primeira semana, mas acho que só disse que não podia e mostrava o penico dizendo que era o correto.

O maior medo era andar de carro sem fraldas. Lembro que usei aquelas fraldas de usar na cama na cadeirinha do carro para uma viagem. Não avisei a ele o que era. Coloquei com um lencolzinho por cima e disse que era para ficar mais confortável a cadeirinha. Ele pedia para ir ao banheiro e eu pedia para segurar. Ele segurou e nunca fez nada no carro.

Desfralde Noturno

O desfralde noturno leva mais tempo e geralmente acontece sozinho. Para ajudar o processo eu cuidava para não dar líquidos uma hora antes de dormir. Acostumei meu filho a fazer xixi depois de escovar os dentes e só depois ir para a cama.

Com o passar do tempo ele começou a acordar sequinho. Quando isso se tornou frequente, retirei a fralda noturna. Algumas noites aconteciam acidentes, mas usava aquelas fraldas de pôr na cama por baixo do lençol. Ele acordava molhado e tínhamos que trocar os lençóis, mas o colchão estava salvo.

Este período foi bem fácil e rápido com meu filho mais velho. Agora minha pequena, com 1 ano e 9 meses claramente ainda não está preparada. Vou esperar o tempo dela. Um treinamento no momento errado pode causar uma grande frustração para toda família. Cada criança tem seu organismo e seu desenvolvimento. Não tente apressar as coisas.

Se quiserem comprar o livro “Aprendendo a usar o banheiro”  é da Editora TodoLivro e autora Dra. Janet Hall. Ele vem com um livro para mostrar para a criança como usar o penico, um guia para os pais e cartazes e adesivos de recompensa. É simples e bem legal para ajudar nesse processo. Acho que vale a pena!

Se tiverem outras técnicas de sucesso, deixem aqui nos comentários! Se gostaram, não deixem se curtir ou compartilhar com outras mamães que estejam passando por isso! Boa sorte para todas nós!

Leia mais em:

Como lidar com as birras?

O que fazer com os filhos em casa nas férias?

Alimentação saudável, tem como?

18 thoughts on “Desfralde, o que você precisa saber.

  1. Amiga como não conheci seu blog antes amei as dicas. minha filha de dois anos só usa fraldas pra dormir e quando vamos sair pra demorar pois ela ainda não segura e quando avisa já tá fazendo..
    Mais em casa não usa mais..
    Beijos!!!

  2. Oi! Morro de vontade de ter filhos, algumas amigas ja tem e segundo elas o processo do desfralde é muito complicado uma delas me contou que a clara ficou mais de 2 dias se fazer cocô pq queria fazer na fralda, imagimo o quão complicado seja! Adorei seu comentário sobre isso, inclusive vou indicar deu blog pra ima amiga!

  3. não tenho filhos (ainda), porém conheço várias mães que estão com bebes que ainda usam fraldas e vou repassar o post para elas, pois algumas são mães de primeira viagem e sempre existem duvidas. muito bom o post.

  4. Oi. Não sou mãe, mas tenho 3 afilhadas, logo da para ter uma ideia de como seja. Para a sorte das mamães que conheço, seus respectivos filhos tiveram facilidade para pagar as fraldas, mas sei que nem todos são assim. É preciso muita paciência. Parabéns pelo post.

  5. Eu não tenho filhos, mas lembro quando minha cunhada foi tirar a fralda do meu sobrinho rsrs eles tentaram algumas vezes e perceberam que ainda não era hora, até que em um momento eles resolveram ir em frente, no começo foi uma bagunça só rsrs mas ele se acostumou rápido rs

  6. Que interessante o seu post, aliás o blog todo tem dicas muito legais e importantes. Ainda não tenho filho, mas vou passar as dicas para algumas amigas que tem. Acredito que seja uma fase meio complicada e toda ajuda é bem vinda!

  7. Eu acompanhei o da minha irmã, minha mãe ia tirando a fralda dela bem aos poucos e sempre mostrava aonde ela deveria fazer suas necessidades fisiológicas. O noturno é bem complicado mesmo, volta e meia a criança faz xixi na cama, eu mesma, já fiz várias vezes, dava até um certo trabalho pra minha mãe nessa parte hahaha

  8. Caramba, eu não penso em filhos tão cedo… Mas cada vez que leio sobre o tema, fico impressionada em quanta coisa preciso aprender. O desfralde sei que é um passo mega importante, né? Vou salvar esse post nos meus favoritos, pra quando precisar, hahaha… E vou passar para minhas amigas gravidinhas. Um beijo, sucesso!!

  9. Não sou mãe, mas sou tia e sei que essa é uma fase bem difícil na vida dos pequenos. Agora estou vendo é o sofrimento da minha irmã com minha sobrinha mais nova, que é autista, e está com 4 anos e ainda não conseguiu largar as fraldas… Desafio dobrado!
    Adorei as dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *