Festa de aniversário, por onde começar?

Recém acabaram as festas de final de ano e aqui já comecei a organização da próxima, o aniversário do filho mais velho! Este ano ele completará 4 anos,  o tema da festa será o personagem CatNoir do desenho Ladybug. Aqui é tudo no faça você mesmo, quer acompanhar?

A primeira coisa a fazer é um cronograma. Não vivo sem planilhas e um bom planejamento, tudo fica mais fácil, prático e econômico. Para isso, temos que definir alguns aspectos básicos. Vamos começar?

Lista de convidados: base para definir todo o restante. Devemos sempre lembrar de adequar a lista a verba da festa. Será  que vale a pena uma festa cheia de pessoas que nem te ligam o ano todo e ter que economizar na comida, decoração e todo resto? Prefiro uma festa pequena, bonita e de qualidade com os familiares e amigos intimos.  Pense bem o que é importante para você.

Convites: os convites impressos são lindos, mas em tempos de correria, nada melhor que criar um evento no Facebook ou outro programa desses. Não temos o trabalho de entregar pessoalmente os convites e as pessoas confirmam a presença mais fácil. Ainda tem a ferramenta de lembrar a pessoa que a data está chegando ou que ela ainda não confirmou. Se puder faça os dois. Atualmente, eu só faço o convite virtual ou telefone.

Local: avaliar a capacidade, climatização, estacionamento. Se dispõe de mesas, cadeiras, utensílios de cozinha, geladeira, etc. Eu sempre uso o salão de festas do prédio. É adequado para o número de convidados e atende bem as minhas necessidades.

Decoração: meu filho escolhe o tema. Eu mesma costumo fazer a decoração. Existem muitos sites e blogs bacanas que ensinam e fornecem material para impressão gratuito. Também existem os kits para locar ou podemos contratar decoradores especializados. As opções geralmente dependem do orçamento, por isso,  vale a pena se organizar e colocar tudo no papel para não ter surpresas.

Alimentos e bebidas: Eu uso as ferramentas de cálculo de doces e salgados dos blogs sobre festa. Sempre funcionou. Eu sempre encomendo os salgados. Pesquise bastante e procure experimentar antes de encomendar. Como sou boleira, faço o bolo decorado com pasta americana e os doces. Para mim, o bolo tem um papel todo especial. É o principal da decoração da festa. Prefiro os comestíveis, verdadeiros, bem recheados, além de lindos! Meus filhos adoram e fazem o maior sucesso na festa! As bebidas compramos em atacado. Vale a pena dar uma pesquisada, alguns locais deixam pegar em consignado para o caso de sobrar, o que é ótimo.

Copa e cozinha: como eu faço eu mesma a organização da festa, encomendo os salgados, faço os doces e contrato pessoas para ficar na copa montando os pratos e garçons para servir. Utilizei um serviço de garçom bem recomendado e achei bom o serviço e com preço acessível. Já para a cozinha sempre chamo alguma diarista conhecida que faça esses extras.

Iluminação: esse é um item dispensado nas minhas festas. Como são durante a tarde e o salão é todo aberto com janelas grandes, as luzes não são necessárias e nem apareceriam. Mas sempre leve em conta o horário e a estrutura do local para verificar a necessidade.

Fotografia: em tempos de crise, muitas pessoas não contratam fotógrafo para as festas. Mas acredite: festa infantil sem fotógrafo é festa sem fotos! As crianças não param para fotografar e as câmeras normais borram praticamente todas as fotos. Você pede para um familiar, mas quando vê ele não tirou foto de todo mundo, nem da decoração e acabou curtindo a festa e esquecendo. Acontece e nem dá pra reclamar. Sabe o que eu faço? Peço de presente para um ou dois familiares o pacote do fotógrafo. Sempre dá para achar um pacote que se adapte a seu orçamento e no final da festa, serão suas lembranças daquele momento tão especial.

Roupa do aniversariante: eu sempre penso na criança. Procurar uma roupa bonita e confortável vai permitir seu filho curtir sua própria festa. Este ano, ele vai querer se fantasiar do personagem da festa, eu gostei da ideia e já estou a procura.

Brinquedos e recreacionistas: nos últimos dois aniversários que fiz, contratei os brinquedos pula pula e a piscina de bolinha. Sempre fizeram o maior sucesso. No último aniversário chamei também uma recreacionista. Achei legal ela poder integrar todas as crianças nas brincadeiras. Como eram pequenos, ainda não sabiam brincar direito juntos e acabariam brigando ou ficando um pra cada lado. Agora que vai fazer 4 anos, não vou contratar. Eles brincam juntos sem problemas e não costuma ter muitas crianças na festa. Mas, se você fizer uma festa com um um número maior de crianças, se torna fundamental alguém para controlar a gurizada.

Lembrancinhas: Eu adoro colocar uma foto na lembrança do aniversário, sempre invento algo que posso colocar junto. Dou preferência para coisas comestíveis, pois a maioria das pessoas joga fora os enfeites. Este ano vou fazer cupcakes decorados e colar um adesivo personalizado na saia do cupcake.

Bom, definir estes aspectos é o primeiro passo para começar a orçar e verificar o custo que terá a festa. Nem sempre fazer você mesma é possível. Contratar alguém que faça toda a organização, ou a parte da comida e decoração pode ser uma ótima opção, pois torna tudo mais prático e por vezes, até mais econômico. Mas para isso, vou fazer outro post explicando direitinho como funciona, não percam!

Seguem mais fotos da festa do ano passado, para terem uma ideia…

Mesa dos presentes
Docinhos
Recreação

 

 

 

10 thoughts on “Festa de aniversário, por onde começar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *